Patrimônio Cultural de Foz do Iguaçu será debatido na Feira do Livro

O Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) está promovendo um “Diálogo sobre Patrimônio Cultural e Natural”, na 10ª. Feira Internacional do Livro – Praça do Mitre, na próxima segunda-feira, dia 08, às 10 horas, com a participação das professoras Renata Machado, socióloga, (Unila) e Silvia Betat, arquiteta (UDC) e mediação de Ivanete Schumann, turismóloga (Unioeste). 
 
Na ocasião, serão abordados os conceitos gerais sobre patrimônio e questões técnicas sobre processo de tombamento e/ou patrimonialização de bens materiais, imateriais e naturais, além de aspectos legais de elaboração da lei.
 
Segundo o presidente do conselho, Paulo Bogler, “o objetivo do encontro é avançar na revisão da legislação que definirá diretrizes sobre preservação do patrimônio cultural e natural de Foz do Iguaçu, resultando na implantação da política municipal de patrimônio”, relatou.

 
Histórico – A lei 1.500, de 24 de setembro de 1990 trata sobre a preservação do patrimônio natural e cultural do município e também da criação do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Ambiental e Cultural da cidade. Sobre isso, na Conferência Municipal de Cultura realizada em julho de 2013, foi deliberado que a revisão da lei é urgente para o município. Foi então realizada em março deste ano a oficina “Construindo a Política Municipal de Patrimônio Cultural e Natural”, uma realização da Fundação Cultural e CMPC, com o apoio da Itaipu Binacional e da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná. 
 
A partir da oficina, que teve a participação de gestores públicos, representantes de entidades, produtores culturais, artistas, proprietários de imóveis, professores e estudantes, uma comissão foi formada para dar continuidade ao assunto. Na última reunião do grupo, ocorrida no dia 29 de agosto, foi sugerido ampliar ainda mais a discussão e levá-la para a Feira do Livro.
 
Renata Silva Machado – Socióloga, Mestre em Planejamento Urbano e Regional (UFRGS); professora do Curso de Arquitetura e Urbanismo e coordenadora do Centro Interdisciplinar de Território, Arquitetura e Design na UNILA; coordenadora do Projeto de Extensão Patrimônio Cultural de Foz do Iguaçu – Etapa I: um sistema para mapeamento, registro e cadastro de bens (PROEX/UNILA).  
 
Silvia Betat – Arquiteta e Urbanista, formada em 1996 pela Unisinos; Especialização em Turismo: Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, em 2006, pelo IBPEX/Facinter Curitiba; Mestrado em Geografia, na linha de Produção e Transformação do Espaço 
Urbano e Regional, em 2009 pela UFPR; professora de Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UDC, desde 2009; professora da Pós-Graduação MBA Design de Interiores da UDC, desde 2012.
 
A participação no encontro é gratuita e não há necessidade de inscrição. 
 
(Secretaria Municipal de Turismo)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *