Comunidade participa do Fórum de Setoriais de Cultura

Moradores dos bairros situados na região da Vila C, produtores, gestores e conselheiros culturais participaram da primeira etapa do Fórum de Setoriais de Cultura, sábado, 08. O encontro aconteceu no auditório do Centro Comunitário da Vila C. Durante o evento, os grupos Mirim e Juvenil do CTG Charrua apresentaram espetáculos de danças tradicionais gaúchas.

Realizado pelo CMPC (Conselho Municipal de Políticas Culturais) e a Fundação Cultural, com o apoio da Unioeste/Foz e da IOCA (Incubadora de Organizações Criativas e Artísticas), o encontro itinerante acontece em cinco regiões do município. O objetivo do fórum é constituir-se como espaço para o diálogo e exposição de ideias entre a sociedade civil e os órgãos vinculados às políticas culturais.

Durante o diálogo na Vila C, a comunidade avaliou e debateu as ações culturais mantidas no município e apresentou propostas de melhorias para o segmento. A proposições da população, reunidas durante as cinco edições do Fórum de Setoriais, serão sistematizadas e integrarão os debates da IV Conferência Municipal de Cultura, que acontece no segundo semestre deste ano.

De acordo com o presidente do CMPC, José Luiz Pereira, o fórum é um exercício de cidadania cultural, de caráter construtivo e propositivo. “Estabelecemos uma comunicação direta com a população por meio do Fórum de Setoriais, ouvindo e discutindo as questões relacionados à cultura da cidade”, disse. “É um espaço de propostas e também de definição do conceito de cultura”, frisou.

Morador da região da Vila C, o secretário do CMPC, Bianor Junior, destacou a importância das ações para envolver a comunidade no debate sobre os rumos da cultura. “O fórum é um espaço importante de aproximação, com o intuito também de formar um movimento cultural vivo e ativo na sociedade, possibilitando à população maior protagonismo nesse processo”, disse.

O documento-base do Fórum de Setoriais de Cultura expõe diretrizes do SMC (Sistema Municipal de Cultura), norma que rege os programas culturais públicos. O texto de leitura distribuído para os participantes da reuniões abranges três dimensões da cultura, sendo a simbólica, a cidadã e a econômica. As propostas baseiam-se nos eixos Criação-Produção/Desenvolvimento, Difusão e Acesso à Cultura, Memória e Diversidade Cultural.

Próximos encontros
– 29/04 | Três Lagoas: Centro de Convivência Leonel Brizola
– 06/05 | Porto Meira: Escola Adele Zanotto Scalco (CAIC)
– 13/05 | Jardim São Paulo/Morumbi: Teatro Barracão
– 27/05 | Centro: Fundação Cultural

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *