Fartal será fortalecida com presença da comunidade na organização da feira

 

Fortalecer as características comunitárias da feira, diversificar a programação de shows, incluir as entidades culturais na distribuição dos espaços gratuitos, ampliar as formas de participação dos artistas iguaçuenses e acompanhar o processo de gestão e aplicação dos recursos do evento. Estes são alguns pontos defendidos pelo Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMCP) para a melhoria da Feira de Artesanato e Alimentos de Foz do Iguaçu (Fartal).

Nesta semana, atendendo a requerimento do Conselho de Cultura, a Fundação Cultural realizou reunião para formar a Comissão Organizadora da Fartal, colegiado composto por representantes e diversos segmentos da comunidade que irá contribuir com a produção e a gestão do evento. Dezenas de pessoas participaram da primeira reunião do grupo, demonstrando o interesse da população em apoiar e melhorar as atividades e serviços da feira.

Trinta pessoas indicadas por suas entidades estão participando de cinco grupos de trabalho para apoiar a organização da Fartal, abrangendo os segmentos de Artesanato e Artes Visuais, Alimentos e Bebidas, Programação e Entretenimento, Arte e Cultura de Foz do Iguaçu e Gestão. Os grupos já estão se reunindo e elaborando propostas.

Este Grupo de Trabalho amplo e diversificado irá atuar de forma articulada à Comissão Organizadora da Fartal, que será instituída por portaria da Fundação Cultural, mediante as respostas aos convites formalizados pela autarquia cultural junto às organizações.

Estão sendo convidados a integrar a comissão, membros de conselhos de políticas públicas, órgãos de classe, estabelecimentos públicos, entre outros segmentos. A comissão amplia e apoia a estrutura organizativa do evento, sem prejuízo ao trabalho executado pelo poder público e aos demais instrumentos de controle e fiscalização.

“Nada sobre nós, sem nossa participação. Essa é a ideia norteadora que levou à proposição da criação da Comissão Organizadora da Fartal. Acreditamos que além de contribuir para a melhoria e o fortalecimento do evento, o grupo também constitui um espaço para o exercício dos direitos culturais da população, por meio da presença direta, plural e democrática da comunidade na produção do evento”, defende Paulo Bogler, presidente do CMPC.

Entre as dezenas de segmentos representados na reunião de formação da Comissão Organizadora da Fartal, participaram artistas, produtores culturais, operadores dos direitos e da assistência social, empresários, agentes educacionais, entre outros segmentos.
A próxima reunião da Comissão Organizadora da Fartal será no dia 06 de abril, às 09 horas, na Fundação Cultural.

Comments
  1. Francisco dos Santos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *