Iguaçuense representará Paraná na Comissão Nacional dos Pontos de Cultura


A eleição aconteceu durante fórum cultural realizado neste fim de semana, em Foz do Iguaçu

As organizações culturais participantes do 3º Fórum dos Pontos de Cultura do Paraná elegeram o iguaçuense Paulo Bogler para representar o Estado na Comissão Nacional dos Pontos de Cultura (CNPdC), colegiado formado por agentes culturais de todo os país. O ativista, integrante da Associação Guatá e presidente do Conselho Municipal de Cultura (CMPC),  terá como suplente Márcio Roberto Gonçalves, da cidade de Curitiba.

O processo de eleição aconteceu no último sábado, sendo umas das pautas do Fórum dos Pontos de Cultura, ocorrido em Foz do Iguaçu. Durante dois dias, 04 e 05 e abril, artistas, produtores e gestores promoveram discussões, avaliações e deliberações sobre políticas públicas de cultura, especialmente, no contexto de desenvolvimento do programa federal “Cultura Viva”. O evento contou com a presença da Secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural do MinC, Márcia Rollemberg e também da gestora do órgão, Débora Lobo, além de integrantes da administração municipal, da Itaipu Binacional e de prefeituras e órgãos da região.

Participaram do encontro 32 delegados indicados por seus respectivos Pontos de Cultura, com atuação nas cidades de Curitiba, Ilha do Mel, Londrina, Foz do Iguaçu, Sertanópolis e São José dos Pinhais. Além disso, o evento contou com cerca de 120 pessoas vindas de entidades paranaenses e da comunidade local. Na primeira edição do fórum, realizada em Londrina, participaram 6 Pontos de Cultura e 12 no segundo encontro, na Capital do Estado.

“A nossa indicação à comissão foi um reconhecimento por parte das instituições culturais do Paraná do trabalho e do esforço que vem sendo demonstrado pela Rede de Pontos de Cultura Foz do Iguaçu em torno dos objetivos e conceitos do Programa Cultura Viva. Por isso, encaramos esse desafio pensando em uma atuação coletiva e colaborativa, onde todos devem apoiar”, revela Paulo Bogler, representante do Paraná na CNPdC.

Além do titular e do suplente na CNPdC, também foram escolhidos dois representantes de cada região do Estado para integrar  o Grupo de Trabalho (GT) de Mobilização, Articulação e Comunicação. O GT ficou composto da seguinte forma: Lícia Fritoli e Thais Aiello (região Leste), Rosangela Rocha e Sandra Schiavini (região Oeste), Mariqutia Tozatti e Darlene Kopinski (região Norte).

A Comissão Nacional é uma instância permanente de atuação e de representação político-cultural, formada pelos representantes das redes de pontos de todos os estados brasileiros, em diálogo com as esferas governamentais. O papel do colegiado é o de garantir o fortalecimento dos Pontos de Cultura, identificando demandas, articulando ações e elaborando propostas para o desenvolvimento de políticas e iniciativas culturais em todo o país.

“Acreditamos que a rede do Paraná está madura e bem conectada, pronta para a realização de um trabalho conjunto onde todos os agentes possam contribuir para o fortalecimento dos Pontos de Cultura paranaenses”, explica Mariquita Tozatti, que integrou a CNPdC até a realização do 3º Fórum dos Pontos de Cultura.

Além do processo de consolidação da rede, um dos principais encaminhamentos do encontro girou em torno da necessidade de adesão do Paraná ao Programa Cultura Viva, caso de ausência único entre todos os estados brasileiros. “Essa falta tem redundado em diminuição de recursos aos realizadores, devolução de repasses à União e carência de articulação entre a sociedade civil e o governo, prejudicando a execução do projeto em nosso Estado”, explica Paulo Bogler.

TEIA – Durante o fórum, ainda foram eleitos os delegados à Teia Nacional da Diversidade 2014. Através de uma proposta conjunta para todo o Estado, os 10 Pontos de Cultura de Foz do Iguaçu conseguiram indicar os seus representantes ao evento. Curitiba terá 15 delegados, Londrina e região 02 e São José dos Pinhais 01.    A Teia contará com 2,5 mil pontistas de todo o país, no mês de maio, em Natal (RN).

(Assessoria)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *